Últimas Notícias

Justiça nega pedido de anulação da eleição do STR de Cuité.



Nesta Sexta-feira (03) o Juiz do Trabalho Titular de Picuí, Dr. João Agra Tavares negou um pedido de anulação do pleito ocorrido no último dia 23 de agosto, nas eleições para nova diretoria do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Cuité (STR) pelo fato de um dos candidatos impugnados ter usado as redes sociais para pedir votos, a decisão foi favorável para Chapa 2.

O fato de haver mensagem nas redes sociais com pedido de voto por um candidato impugnado, não é suficiente para comprometer a lisura do pleito, até porque, como até agora não há decisão de mérito transitada julgado, é legitimo que os impugnados peçam votos para sua chapa.

Como não foi acolhido o pedido de anulação do pleito, não há que se falar em crime de desobediência por parte da Comissão Eleitoral, diz a decisão judicial.

Outra decisão

Em outra decisão também nesta sexta-feira (03), a Justiça do Trabalho negou o pedido de posse imediata de membros não impugnados da Chapa 2 e o afastamento imediato da Junta Governativa.

O fato de ainda não haver decisão de mérito quanto as candidaturas dos membros impugnados da chapa 2, o que poderia causar um novo impasse no processo eleitoral, caso fossem empossados os que não tem impedimento e depois os impugnados tivessem êxito na possível ação principal.

Portanto, indefiro, por enquanto os pedidos de posse imediata da chapa vitoriosa e o afastamento da Junta Governativa, diz o despacho.

Já o calendário da comissão eleitoral deve seguir normalmente e a posse deverá ocorrer no dia 30 de agosto.


Blog do Aeliton Clécio

Nenhum comentário