Home » » Em Santa Cruz RN, Polícia Civil desvenda crime e descobre que filha adotiva tentou matar pai.

Em Santa Cruz RN, Polícia Civil desvenda crime e descobre que filha adotiva tentou matar pai.

Os acusados
A Polícia Civil conseguiu desvendar a tentativa de homicídio contra o senhor Carlos Luiz da Silva, 72 anos, conhecido por Carlinhos da Cibrazem. O fato aconteceu no dia 27 de outubro do ano passado.

Naquela época, a suspeita era que o senhor tinha sofrido uma tentativa de assalto e reagido, o que teria causado os golpes de facão que ele sofreu. Mas, após uma vasta investigação da Polícia Civil de Santa Cruz, com apoio de policiais civis de Monte Alegre, se descobriu que sua filha adotiva, foi a mandante do crime.

De acordo com a Polícia Civil a jovem Carla Priscila do Vale Pereira contratou dois comparsas, Rubens Ferreira de Carvalho e Matheus Vinícius Silva Medeiros, para executar a morte do senhor Carlos Luiz da Silva. Ela pagou R$ 27 mil pela morte do seu próprio pai adotivo.

O motivo: a herança que ela iria receber, caso o senhor morresse, pois ela é a única filha registrada com seu nome.

Ainda de acordo com as investigações, o trio se aproximou da casa do senhor na noite no dia 27 de outubro de 2015. A jovem dirigia o veículo envolvido na ação, um Renaut Sandero. Os dois comparsas, que executaram o crime saíram do veículo, que ficou as margens da BR-226, e se aproximaram para matar o senhor Carlos Silva, com um facão, em sua residência, que fica próxima a Unidade Básica de Saúde do Centro de Santa Cruz. Ele reagiu a ação e acabou sendo ferido, juntamente com um dos comparsas, Matheus Vinícius. Em seguida os homens retornaram ao veículo e fugiram com destino ignorado.

Após isso, a Polícia Civil iniciou as investigações, que levaram aos nomes da sua filha adotiva e os dois homens. O trio foi preso hoje, após a Justiça determinar a prisão preventiva dos três acusados do crime. Carla Priscila estava em sua residência, em Parnamirim, e Rubens Ferreira e Matheus Vinícius estavam em sua cidade-natal, Monte Alegre. 

“O rapaz admite que entrou na casa do idoso para roubar R$ 5 mil; O outro, afirma que a filha pediu que ele matasse o pai dela. E ela confirma que queria o pai morto. Durante a investigação, descobrimos que dias antes da tentativa de homicídio, a mulher havia transferido 27 mil para o tal  'conselheiro' em troca de serviços espirituais” – disse a delegada do caso.

Por fim, a delegada disse que os três suspeitos presos serão indiciados pelo crime de tentativa de homicídio.


Com Édipo Natan e G1 RN
Compartilhe: :

0 comentários:

Postar um comentário