Home » » No Recife, Lula encerra caravana da Frente Brasil Popular. Picuienses estiveram lá.

No Recife, Lula encerra caravana da Frente Brasil Popular. Picuienses estiveram lá.



Picuienses prestigiaram a visita do ex-presidente Luís Inácio LULA da Silva ao Pernambuco.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou, na noite desta quarta-feira (13), do ato de encerramento da Caravana Popular em Defesa da Democracia, organizado pela Frente Brasil Popular. O evento aconteceu na Avenida Rio Branco, na região central do Recife. Os organizadores do ato e a Polícia Militar não divulgaram estimativa de público.

Vestidos de vermelho, os participantes do ato levavam cartazes de apoio à presidente afastada, alguns deles com críticas ao que chamam de golpe e à bancada religiosa do Congresso Nacional. O evento contou ainda com a presença do senador Humberto Costa (PT) e outras lideranças estaduais do partido, além de líderes sindicais e de movimentos sociais.


Em seu discurso, que durou aproximadamente 30 minutos, Lula relacionou o afastamento da presidente Dilma ao medo dos adversários políticos de que ele vença as eleições presidenciais de 2018 e volte a governar o Brasil por mais quatro anos.

"Se tudo que estão fazendo com a Dilma e com o PT [Partido dos Trabalhadores] é com medo que eu volte em 2018, que se preparem. Porque eu posso voltar em 2018 e vai depender do povo desse país. Se eles não sabem cuidar do povo, eu sei. Não tenho medo de enfrentar a elite e a imprensa brasileira", afirmou Lula.


O ex-presidente também teceu críticas às delações premiadas e voltou a afirmar que as chamadas pedaladas fiscais não são crime. “O mesmo voto que valeu para Dilma em 2014, valeu para os senadores. Por tanto, se eles podem caçar a Dilma, eles deviam renunciar junto para podermos eleger um novo congresso”, defendeu, convocando os militantes a pressionarem os senadores para votarem contra o impeachment.

Antes de encerrar a jornada no Recife, a caravana percorreu outras 11 cidades pernambucanas desde o dia 4 de julho, passando por Petrolina, Ouricuri, Petrolândia, Salgueiro, Serra Talhada, Garanhuns, Arcoverde, Afogados da Ingazeira, Palmares, Surubim e Caruaru. A Frente Brasil Popular reúne entidades como o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), a União Nacional dos Estudantes (UNE), a Comissão Pastoral da Terra, o Movimento Nacional de Luta pela Moradia (MNLM), a Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB) e partidos como PT e PCdoB.





G1
Compartilhe: :

0 comentários:

Postar um comentário