Home » » NOVA PALMEIRA: SINPUC realiza ato contra atrasos salariais de aposentados.

NOVA PALMEIRA: SINPUC realiza ato contra atrasos salariais de aposentados.


O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais do Curimataú e Seridó (SINPUC) realizou, na manhã de ontem (08), em Nova Palmeira, um ato público para repudiar os atrasos salariais dos servidores inativos do município.

No dia 17 de agosto uma comissão de aposentados e dirigentes do SINPUC esteve no Ministério Público de Picuí para denunciar o problema. O promotor, Leonardo Quintans Coutinho, ouviu a comissão e notificou a Prefeitura, no dia seguinte, para apresentar informações sobre o problema.

A administração tinha um prazo de 10 dias para dar respostas ao Ministério Público.

Servidores ativos também participaram do ato e cobraram do prefeito José Felix de Lima Filho, o pagamento de seus salários. Foi o caso do pessoal lotado na secretaria de Educação, que estão com os vencimentos atrasados há mais de dois meses.

Em sua fala o secretário de comunicação, Janiel Dantas, disse que o atraso de salários dos aposentados e pensionistas ocorreu porque essas categorias são inativas e, portanto, não causariam nenhum dano à administração por não poderem paralisar atividades, como fazem os servidores ativos.

De acordo com a Prefeitura, o motivo do problema foram as quedas de receitas em função da crise econômica nacional.

Os dirigentes questionaram a justificativa e informaram que, apesar de enfrentarem os mesmos problemas, as prefeituras de Picuí, Baraúna, Olivedos, Frei Martinho e Damião estão com os pagamentos em dia.

Apenas Nova Palmeira, São Vicente do Seridó e Pedra Lavrada, de acordo com o secretário de Comunicação do SINPUC, Janiel Dantas, estão com salários atrasados.

Em nova Palmeira, a folha média dos inativos, considerando-se o período de janeiro até julho, foi de R$ 127.259,13. Já as receitas médias, no mesmo período, totalizaram R$ 3.134.160,17. “O problema é o modelo de gestão”, concluiu Janiel Dantas.

Na avaliação de Sebastião Santos, secretário-geral do SINPUC, “apesar de a gestão considerar o ato pequeno, é vergonhoso para a gestão colocar aquele público ali, porque está expondo, de certa forma, a gestão”.

Durante o ato público a presidente do SINPUC disse que, se o dinheiro dos aposentados não for creditado nesta sexta nas contas dos servidores, os trabalhadores vão ocupar a sede da Prefeitura, na segunda-feira.



ascom/SINPUC
Compartilhe: :

0 comentários:

Postar um comentário