Home » » Na Paraíba foram 7. Temer autoriza migração de 240 rádios AM para a faixa FM.

Na Paraíba foram 7. Temer autoriza migração de 240 rádios AM para a faixa FM.


O presidente da República, Michel Temer, assinou nesta segunda-feira (7), em evento no Palácio do Planalto, um termo aditivo que autoriza a migração de 240 rádios AM para a faixa FM.

A medida atende a uma demanda antiga dos empresários e entidades ligadas ao setor de rádio, principalmente de emissoras do interior. Segundo o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, a faixa FM tem vantagens em relação à AM, entre as quais melhor qualidade de áudio, redução de custos de operação e manutenção e integração com aparelhos digitais, como tablets e celulares.

A migração das rádios AM para FM foi deflagrada por meio de um decreto assinado, em 2013, pela ex-presidente Dilma Rousseff. De acordo com o governo federal, 1.386 das 1.781 estações AM existentes no país já aderiram à migração, equivalente a 77% das emissoras que atuam nesta frequência.

Agora, as emissoras que assinaram o termo devem apresentar um projeto técnico de instalação das novas frequências e solicitar à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) uma permissão de uso. Para migrar à faixa FM, as rádios AM vão ter que trocar seus sistemas de transmissão de sinal, que inclui transmissores, antenas e equipamentos auxiliares.

Ainda de acordo com o ministério, os custos da mudança de faixa serão arcados pelas próprias emissoras. O governo informou que a migração para a frequência FM varia de R$ 8,4 mil a R$ 4,4 milhões. O valor varia, entre outros fatores, do alcance da rádio.

Após assinar o termo aditivo, Michel Temer fez um breve discurso, no qual disse que as pequenas emissoras locais de rádio ainda são extremamente relevantes para a divulgação de informações. Neste momento do discurso, ele lembrou de sua infância em Tietê (SP).

"Sei, por ser do interior, da relevância que tem uma emissora local para os municípios. Quando eu era menino, eu ouvia as grandes emissoras, mas, evidentemente, também a rádio local. Ela era que mais me informava ao longo do dia. Nós todos tínhamos uma extraordinária sedução pelas informações que vinham pelas emissoras locais", contou.

O ato que oficializou a migração de 240 emissoras AM para a faixa FM foi realizado nesta segunda, dia em que é celebrado o Dia do Radialista.

Entre os convidados da solenidade estavam o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Gilberto Kassab (Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações) o presidente da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e TV (Abert) e vice-presidente de Relações Institucionais do Grupo Globo, Paulo Tonet, e o cardeal e arcebispo de Aparecida, Dom Raimundo Damasceno.

Em meio à cerimônia, o cardeal brasileiro foi convidado por Kassab a subir ao pulpito para dar uma bênção às autoridades e aos convidados presentes no palácio.

Na Paraíba assinaram o aditivo para migração as rádios Panati de Patos, Borborema de Campina Grande, Rádio Bom Sucesso de Pombal, Rádio Progresso de Sousa, Rádio Cultura de Guarabira, Rádio Santa Maria de Monteiro e Rádio Princesa de Princesa Isabel.



Com G1
Compartilhe: :

1 comentários:

joselito alves disse...

Gostaria de ver a Radio Cenecista também migrando para FM.

Postar um comentário