Últimas Notícias

Vice-presidente do TRE/PB realizou reunião em Picuí, onde tratou da implantação do cadastramento biométrico nos municípios da 25ª Zona Eleitoral.


Nesta quinta-feira (16), a justiça eleitoral realizou em Picuí uma reunião com prefeitos, vice-prefeitos, presidentes de Câmaras Municipais e vereadores dos municípios que compõem a 25ª Zona Eleitoral.

O evento aconteceu nas dependências da Câmara Municipal e na oportunidade o vice-presidente do TRE/PB, desembargador Romero Marcelo da Fonseca Oliveira, e sua equipe discutiu com as autoridades municipais a realização do cadastramento eleitoral biométrico para o biênio 2017/2018.

Aberta a reunião, o desembargador Romero Marcelo da Fonseca Oliveira tratou de explicar aos presentes às razões que motivaram a sua realização e apesentou o plano de cadastramento biométrico do TRE/PB; em seguida foi realizada uma apresentação técnica pelo Secretário de Tecnologia da Informação do TRE/PB e deliberado acerca dos trabalhos relativos ao recadastramento de eleitores com a coleta de dados biométricos na 25ª Zona Eleitoral. Entre os assuntos tratados, foram celebrados Termos de Cooperação Técnica entre o Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba e as Prefeituras Municipais de Baraúna, Frei Martinho, Nova Palmeira, Pedra Lavrada e Picuí, tendo como escopo o desenvolvimento e ações conjuntas entre seus servidores para a instalação de postos de atendimento ao eleitor na realização do cadastramento biométrico dos eleitores.

De acordo com o Termo de Cooperação firmado entre prefeituras e TRE/PB, o objetivo é agirem conjuntamente no desenvolvimento de ações com a participação de servidores municipais na instalação de postos de atendimento ao eleitor para a realização do cadastramento biométrico dos eleitores nos respectivos municípios.  O cronograma previsto para o referido cadastramento nos respectivos municípios será o seguinte:

Picuí: 10/01 a 19/12 (já iniciado)
Baraúna: 13/03 a 05/05
Frei Martinho: 15/05 a 30/06
Nova Palmeira: 10/07 a 01/09
Pedra Lavrada: 11/09 a 24/11


Além da infraestrutura, cada prefeitura disponibilizará 4 servidores municipais para prestarem seus serviços no posto de atendimento de cada município; não podendo ser comissionado e sim do quadro de servidores efetivos.  

‘Os municípios serão parceiros essências do Tribunal Regional Eleitoral na implementação desse importante projeto’, disse o desembargador.



Francisco Araújo com Cartório da 25ª Zona Eleitoral 

Nenhum comentário