Últimas Notícias

Paraíba 100% biométrica: 36 Zonas Eleitorais iniciam recadastramento do eleitorado no próximo mês de março.


A Paraíba terá eleições 100% biométricas a partir do pleito de 2018, é o que informou o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB).

Para isso, o TRE-PB publicou uma resolução que regulamenta o recadastramento biométrico em 102 municípios do Estado, já que 121 cidades paraibanas já utilizam a biometria, segundo dados do próprio Tribunal.

De acordo com o corregedor em exercício, o juiz membro Breno Wanderley César Segundo, a Resolução disciplina o rito a ser observado pelas Zonas Eleitorais no momento do recadastramento biométrico, visando otimizar os trabalhos cartorários, bem como reduzir os custos ao erário.

O cadastramento biométrico terá início em 06 de março de 2017 nos 36 Cartórios Eleitorais, que funcionarão das 08h às 14 horas. A coordenação de eleições do TRE-PB informou que a estimativa é que cerca de um milhão de eleitores sejam recadastrados até dezembro de 2017, o que totalizaria os 2,8 milhões de paraibanos aptos a votar, embora o prazo final de recadastramento se estenda até o mês de março de 2018.

A ação de recadastramento vai ser focada nos cartórios das cidades que são sedes das zonas eleitorais, mas, a Justiça Eleitoral irá divulgar datas em que os postos avançados serão levados para outros municípios.

O TRE-PB ressalta que quem não realizar o recadastramento biométrico terá o título cancelado, não podendo fazer empréstimo em bancos, matricular-se em instituições públicas, tomar posse em serviço público, retirar passaporte, dentre outras penalidades.

Confira os municípios paraibanos onde ocorrerá o cadastramento biométrico:

Água Branca, Alagoa Grande, Alagoinha, Alhandra, Arara, Araruna, Areia, Aroeiras, Baía Da Traição, Baraúna, Barra De Santa Rosa, Belém, Belém Do Brejo Do Cruz, Bernardino Batista, Bom Jesus, Bom Sucesso, Bonito De Santa Fé, Brejo Do Cruz, Brejo Dos Santos, Caaporã, Cachoeira Dos Índios, Cacimba De Dentro, Cajazeiras, Caldas Brandão, Carrapateira, Casserengue, Catolé Do Rocha, Conceição, Condado, Conde, Coremas, Cruz Do Espírito Santo, Cuité, Damião, Duas Estradas, Fagundes, Frei Martinho, Gado Bravo, Gurinhém, Ibiara, Ingá, Itabaiana, Itatuba, Jericó, Joca Claudino, Juarez Távora, Juripiranga, Juru, Malta, Manaíra, Marcação, Mari, Mato Grosso, Mogeiro, Monte Horebe, Mulungu, Natuba, Nova Floresta, Nova Palmeira, Ouro Velho, Pedra Lavrada, Picuí, Pilar, Pirpirituba, Pitimbu, Pocinhos, Poço Dantas, Poço De José De Moura, Prata, Princesa Isabel, Puxinanã, Queimadas, Riachão, Riachão Do Bacamarte, Riachão Do Poço, Riacho Dos Cavalos, Rio Tinto, Salgado De São Félix, Santa Cecília, Santa Helena, Santa Inês, Santana De Mangueira, São Bento, São João Do Rio Do Peixe, São José De Piranhas, São José De Princesa, São José Do Brejo Do Cruz, São José Dos Ramos, São Miguel De Taipu, Sapé, Serra Redonda, Serraria, Sertãozinho, Sobrado, Solânea, Sossêgo, Tacima, Tavares, Triunfo, Uiraúna, Umbuzeiro e Vista Serrana, envolvendo as seguintes Zonas Eleitorais: 3ª, 4ª, 5ª, 6ª, 8ª, 9ª, 11ª, 12ª, 18ª, 20ª, 24ª, 25ª, 34ª, 36ª, 37ª, 38ª, 39ª 40ª, 41ª, 42ª, 46ª, 47ª, 48ª, 49ª, 50ª, 51ª, 52ª, 53ª, 54ª, 55ª, 59ª, 68ª, 69ª, 73ª, 74ª e 75ª.

Histórico
A coleta dos dados biométricos do eleitorado na Paraíba teve início no ano de 2010, nas cidades de Pedras de Fogo e Cabedelo. Em 2011 e 2012 foi a vez de Piancó e Santana dos Garrotes. Entre os anos de 2013 e 2014, mais 19 municípios paraibanos passaram pelo recadastramento, incluindo João Pessoa e Campina Grande. Nas eleições municipais de 2016, os eleitores de noventa e oito municípios foram identificados pela primeira vez na urna por meio da impressão digital.



Redação/PBAgora

Nenhum comentário