Últimas Notícias

Em Nova Palmeira, professores paralisarão suas atividades devido ao descumprimento do piso salarial.


Os professores do município de Nova Palmeira, no Seridó da Paraíba, decidiram encaminhar uma proposta de adequação salarial para a gestão de Ailton Gomes e os profissionais do magistério não receberam nenhuma resposta.

Em janeiro, o por força da Lei 11.738/2008, o Ministério da Educação (MEC) elevou em 7,64% o piso salarial profissional nacional para os profissionais do magistério público da educação básica.

Segundo o Sindicato dos Servidores Públicos do Curimataú e Seridó da Paraíba – Sinpuc, em Nova Palmeira a gestão ainda não está cumprindo a lei. Os professores aprovaram uma proposta de negociação que divide a adequação salarial em dois percentuais. O primeiro, de 5%, deve ser garantido já em abril. O segundo, de 2,64%, pode ser creditado a partir de outubro.

Os percentuais devem ter efeito retroativo imediato. Os profissionais aguardaram uma resposta da administração que era até a quinta-feira, 20. Como não foram atendidos, as aulas serão paralisadas nesta terça-feira, dia 25 de abril.




Nova Palmeira Notícia

Nenhum comentário