Últimas Notícias

ATENÇÃO: Secretária aponta o nome de colega para ser o candidato do PSB em 2018.


A secretária do Desenvolvimento Humano do governo do Estado, Cida Ramos (foto), defende o nome do secretário João Azevedo para disputar o governo do Estado nas eleições de 2018.

Segundo ela, é o melhor nome dentro do partido, ainda que tenha sido testado nas eleições municipais de João Pessoa, não dando certo e acabando sendo substituído por ela, que também não obteve êxito nas urnas.

Conforme a secretária, quem acompanha a equipe do governador Ricardo Coutinho sabe que o trabalho não é de meramente ganhar uma eleição e que o projeto do PSB é bem maior.

“O PSB tem vários nomes para essa disputa, mas o de João Azevedo é um grande nome, que esteve candidato a prefeito, mas o próprio partido achou que ainda não era o momento e que ele deveria continuar na gestão, porque a saída dele significaria uma quebra relevante nos investimentos de infraestrutura que o governo tava fazendo e eu o substitui com muita honra” explicou.

A secretária atestou ainda que João Azevedo é o secretário que mais conhece o Estado da Paraíba e é ele quem acompanha o governador em todos os investimentos.

“Ele conhece esse governo por dentro. Então é um dos nomes que eu gostaria muito que estivesse na disputa em 2018”, completou.

Indagada como o nome de João Azevedo seria trabalhado para governo do Estado, se não emplacou para prefeito de João Pessoa, Cida Ramos respondeu que cada eleição é diferente e negou que a decisão tenha que partir diretamente do governador.

“Nós estamos discutindo, até porque o cenário nacional está muito complexo e terá reflexo nas eleições estaduais e nós vamos ter que analisar com muita tranquilidade tudo isso”, disse.

Segundo ela, até o final deste ano, o PSB terá definido e apresentado à população a pessoa que vai dar continuidade ao que Ricardo Coutinho realizou na Paraíba.

“O mais importante é que quem vai decidir é o povo, que vai escolher se vale a pena ter continuidade o projeto do PSB no que diz respeito as ações do Empreender, do Orçamento Democrático, do investimento que foi feito na infraestrutura, na área social e na relação republicana com as prefeituras através do Pacto Social. A população é que vai ter que responder”, avaliou.


PBOnline

Nenhum comentário