Últimas Notícias

RC diz que vai iniciar conversas sobre sucessão, mas adianta: “Não existe decisão que seja boa para todos”.


O governador Ricardo Coutinho (PSB) admitiu que vai começar as conversas sobre a sucessão estadual de 2018, evitou especulações, mas acabou dando um recado de que a definição pode gerar insatisfação para alguns.

“Vamos começar a conversar, eu não decidi ainda, essas definições sobre 2018 passam pelo partido, vamos conversar com os deputados, com os agentes políticos, nós tempos tempo ainda. Isso não está na pauta ainda, o que está na pauta do povo é a boa governança, o resto é espetacularização política sobre eleição, isso vai ter seu tempo”, disse.

Ele não entrou no mérito de quem poderia ser atingido, mas destacou que não existe decisão que seja boa ou excelente para todos, já que sempre haverá uma parte mais satisfeita que outra.

“Essa definição talvez pode gerar insatisfação. Não existe decisão que seja boa e excelente para todos. Não é possível agradar todo mundo, não sei nem a quem estou me dirigindo, mas isso é normal, é assim mesmo. A gente sempre faz as coisas acreditando que o conceito estará preservado, de resto, acho que o estado vive um bom momento. Estamos navegando contra correnteza, contra a maré. Estamos tendo consciência, postura digna, e isso não tem preço”, adiantou.

O PROJETO

O governador voltou a exaltar o projeto de desenvolvimento implantado no Estado e deu pistas de que a escolha será alguém que consiga manter essa capacidade administrativa.

“Basta ver como o Estado está, e como a Paraíba mostra boas experiências, sem parar uma obra, aquilo que a gente começa a gente termina. Pode ser problema com a empresa, mas por falta de dinheiro ou de planejamento não. O que nós queremos é que as pessoas se apropriem dessa coisa, desse sentimento de que a Paraíba está indo bem, e se está indo bem nós não queremos retrocesso, não vamos voltar a época da ineficiência, da falta de respeito com o dinheiro público”.

As declarações do governador foram veiculadas ontem, durante entrevista ao programa Rádio Verdade.


PB Agora

Nenhum comentário