Últimas Notícias

Prefeito de Picuí anuncia corte em seu salário para garantir pagamento da folha de funcionários.


O Prefeito Olivânio Remígio (PT), anunciou em seu programa radiofônico semanal, levado ao ar no último domingo, (08), que irá lançar um decreto de contingenciamento de despesas na prefeitura de Picuí.

A medida, segundo o prefeito, é para garantir o funcionamento das obras e não prejudicar a folha de pagamento dos servidores efetivos do município.

A partir de amanhã, (09), estarei lançando um decreto de contingenciamento de despesa na prefeitura de Picuí.  Pela primeira vez na história, um prefeito tem a coragem e a determinação de cortar o seu próprio salário. Estou cortando meu salário a partir de amanhã; do vice-prefeito, secretários e cargos comissionados. De 15 a 20% para poder equilibrar e manter o pagamento dos servidores efetivos em dia”.

O Prefeito destacou que os cortes são necessários para se manter a dignidade da população e que não pode fazer cortes nas áreas da saúde, assistência social e educação.

Isso é que é extraordinário. Isso é que deve ser colocado em questão porque eu não tenho vaidade com isso. Eu não tenho vaidade financeira de está me amostrando com poder rapaz. Isso é passageiro, isso é transitório e ai pra se manter o equilíbrio fiscal é necessário que o Prefeito faça cortes naquilo que não afete, diretamente, a dignidade da população".

"Não posso cortar na saúde, não posso cortar na assistência nem na educação.  Porque quando terminar o ano, eu vou ter que fazer manutenção em todos os ônibus que estão precários que estão funcionando pela misericórdia divina” Destacou Olivanio.

Câmara sem crise

Olivânio ainda criticou o repasse que é feito a Câmara Municipal de Picuí. De acordo com o Prefeito, as contas do município podem zerar, mas o repasse para os vereadores não pode faltar.

Só não tem crise na Câmara porque eu repasso todo mês, R$127 mil reais pra Câmara Municipal de Picuí. Eu passo todo mês R$ R$127mil conto, no dia 20. O mês passado entrou R$ 80 mil reais só no dia 20. Mas eu repassei R$127MIL para Câmara de Vereadores. O município pode zerar as contas, mas a câmara eu tenho que passar todo dia 20” finalizou Olivânio.


*Por Anderson Eliziário

Nenhum comentário