Últimas Notícias

Segundo estudo, celulares não oferecem alto risco de causar câncer.


Você certamente já ouviu dizer que a radiação emitida pelos aparelhos celulares pode causar câncer e mesmo com diversas pesquisas sobre essa afirmação, anda não há uma resposta definitiva. Isso até agora, pois dois estudos recentes acabam de afirmar que, caso haja algum risco, ele é pequeno. Ambos levaram 10 anos de pesquisas onde três mil ratos foram expostos à radiação dos telefones.

O interessante é que os resultados variaram de acordo com o gênero dos animais. Enquanto os machos tiveram tumores no coração devido a exposição à radiação, as fêmeas saíram ilesas. Não há uma explicação concreta do porque isso acontece, mas segundo John Bucher, um dos cientistas envolvidos no estudo, isso pode ser porque os machos são maiores e absorvem mais radiação.

Durante a pesquisa, os camundongos foram expostos aos aparelhos por novas horas ao dia no período de dois anos (número maior do que as pessoas costumam fazer). Isso reforça que os resultados não podem ser aplicados literalmente para humanos, exceto apenas por algumas semelhanças em relação as descobertas.

Os órgãos de saúde indicam algumas atitudes simples para evitar qualquer tipo de problema causado pelos celulares. Entre elas, passar menos tempo nos aparelhos eletrônicos, usar fones ou viva-voz para evitar o contato direto com o telefone e evitar realizar chamadas quando o sinal estiver fraco, já que a radiação emitida aumenta quando os usuários estão em locais com sinal ruim, forçando o celular a trabalhar mais para obter conexão.



Yahoo Vida e Estilo

Nenhum comentário