Últimas Notícias

Apesar chuvas, situação da Armando Ribeiro é mais grave que no ano passado.



Maior reservatório administrado pelo Governo do RN, barragem está com menos de 12% do seu volume total de água.

Mesmo com as chuvas que caíram no Rio Grande do Norte nos primeiros meses do ano, a situação da barragem Armando Ribeiro Gonçalves, o maior reservatório de água do Governo do Estado, é grave. Isso porque, segundo boletim divulgado em março, o reservatório está com apenas 11,81% de sua capacidade hídrica, ou seja, está com pouco mais de 283 milhões de metros cúbicos de água, quando seu volume total é de 2,4 bilhões m³.

A situação, inclusive, é mais grave que a do ano passado. Em abril de 2017, segundo Instituto de Gestão das Águas do Estado do RN (IGARN), o reservatório, localizado no Rio Piranhas-Assu, entre os municípios de Assu, Itajá e São Rafael, tinha um volume de, aproximadamente, 18,9%, com mais de 453 milhões m³.

A situação foi piorando com o passar dos meses, por conta da ausência de chuvas na região e, em janeiro, a barragem possuía um volume de menos de 11,4%. Em fevereiro, a situação piorou ainda mais e a Armando Ribeiro Gonçalves caiu para menos de 11% – seu pior nível em um ano.

Em março, com a retomada das chuvas, o nível melhorou pouco menos que 1%. Contudo, ainda requer cuidados e economia de água por parte da população, conforme alerta o IGARN.


*Com Ciro Marques

Nenhum comentário