Últimas Notícias

Brasil perde R$ 200 bilhões com corrupção e corrida alerta sobre autonomia da Polícia Federal nas investigações.



A Organização das Nações Unidas (ONU) apontou que o Brasil perde cerca de R$ 200 bilhões com esquemas de corrupção por ano. Para alertar sobre os índices crescentes de atos de corrupção no País e também sobre a importância da autonomia e independência da Polícia Federal, proporcionando isenção nas investigações contra a corrupção, reduzindo a impunidade, é que será realizada em João Pessoa a 2ª edição da Corrida contra a Corrupção. O evento é promovido pela Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF) e terá como ponto de partida o Busto de Tamandaré. O horário de largada será às 17 horas e às 16h30 para a Corrida Kids.

A atividade terá provas de 2km, 5Km e 10Km. As inscrições estão sendo feitas ao valor de R$ 70,00 e podem ser feitas através do site: www.corridacontracorrupcaojp.com.br. O kit de corrida é composto por um número de peito, camiseta, viseira, sacola, transponder (chip) e medalha (pós prova). A 2ª edição da corrida contará com espaço kids, Djs no percurso e ainda atração musical.

Corrupção – Dados da ONU mostram que a corrupção reduz investimentos nos serviços essenciais de educação, saúde e segurança e contribui para o desemprego e para a diminuição da renda dos brasileiros. Com dinheiro sendo desviado, os serviços essenciais não chegam à população com a justificativa de “falta de recursos” ou, quando chegam, são de baixa qualidade. Um estudo da Confederação Nacional da Indústria (CNI) mostra que a cada R$ 1 desviado o dano para a sociedade é de R$ 3.

Para a diretora da ADPF na Paraíba, a delegada Carolina Patriota, a corrida além de promover a saúde e bem-estar dos participantes, também pretende sensibilizar a sociedade para a importância da autonomia e independência da Polícia Federal, proporcionando isenção nas investigações contra a corrupção. “Vale ressaltar que a corrida é apartidária. O objetivo é alertar a sociedade para o alto índice de atos de corrupção que impedem o desenvolvimento do País”, disse.

  
Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário