Últimas Notícias

Escola de Cubatí usa pesquisa sobre consumo de drogas na região para ensinar matemática e conscientizar alunos sobre o tema.


Alunos de uma escola de Cubati, no Seridó Paraibano, estão tendo contato com a realidade social da região através das disciplinas que estudam em sala de aula. A ideia é simples e funciona assim: os dados que integram o Diagnóstico Municipal de Usuários de Drogas, estudo realizado pelo projeto Reinserir, são utilizados, por exemplo, para ensinar matemática aos jovens. A iniciativa é do diretor da Escola Estadual Iolanda Tereza Chaves Lima, Silvano Fidelis, que integra o Grupo de Trabalho do Projeto no município.

"Nós percebemos que poderíamos trabalhar isso na sala de aula das mais diferentes formas. Os professores de matemática trabalharam a porcentagem, dados estatísticos, a partir do diagnóstico do município de Cubatí. Outros professores também fizeram uso desse material", destaca o diretor.  

A intenção é ampliar a iniciativa. Silvano quer usar as informações do Diagnóstico nas lições de química, biologia e até em língua portuguesa, a partir da produção textual sobre o tema das drogas. Ele também conta que a abordagem didática do assunto já pode ser percebida, como em um relato de uma mãe de aluna. "A mãe até citou o exemplo. Disse que fuma e muitas vezes a filha a repreende, dizendo que aquilo é prejudicial para a saúda da mãe e da filha, que não está fumando, mas está recebendo toda a substância", ressalta.

Além de Cubatí, o Diagnóstico foi realizado em outras 12 cidades da região. O Projeto Reinserir é executado pela Confederação Nacional dos Municípios com financiamento da União Europeia e tem o objetivo de estimular a criação de políticas públicas para a reinserção de usuários de drogas em tratamento.


*José Marques/Governo PB

Nenhum comentário