Últimas Notícias

Prefeito Olivânio Remígio consegue R$ 1.742.323,75 em verbas para o município de Picuí.

Imagem: Divulgação


Na última terça (19), fechando a sua agenda em Brasília, o prefeito Olivânio Remígio, junto com Joagny Dantas, procurador jurídico do município, participaram de várias reuniões nos gabinetes do deputado Wellington Roberto, do senador José Maranhão e com assessores do ex-deputado Luiz Couto, reiterando as ações já direcionadas para o Município de Picuí, através das emendas no aporte de R$1.742.323,75 (um milhão, setecentos e quarenta e dois mil, trezentos e vinte e três reais e setenta e cinco centavos), distribuídas em: R$  400.000,00 (Custeio PAB  - Piso da Atenção Básica); R$ 400.000,00 (Custeio MAC  - Média e Alta Complexidade); R$ 100.000,00 (equipamentos para a Secretaria de Saúde); R$ 100.000,00 (Custeio Assistência Social);  R$ 100.000,00 (Custeio Educação); e R$ 242.323,75 (Pavimento de Vias – Ministério do Turismo), totalizando R$ 1.342.323,75 (um milhão, trezentos e quarenta e dois mil, trezentos e vinte e três reais e setenta e cinco centavos) em emendas liberadas em 2018 pelo então deputado federal Luiz Couto. Através de emenda do deputado federal Wellington Roberto, Olivânio Remígio conseguiu R$ 200.000,00 para custeio do Piso de Atenção Básica; já o senador José Maranhão liberou emenda na ordem de RS 200.000,00 (Duzentos mil reais). Em breve, todos estes recursos serão revertidos em benefícios diretos para toda a população picuiense.  Olivânio também visitou o gabinete do deputado federal Frei Anastácio, cuja reunião teve como pauta emendas e apoio ao município de Picuí.

Ainda em Brasília, Olivânio Remígio e Joagny Dantas estiveram na Diretoria de Gestão, Articulação e Projetos Educacionais (DIGAP) do FNDE, para tratarem dos últimos procedimentos para recebimento e inauguração da Creche do Bairro Limeira. E, mesmo com todas as irregularidades deixadas pelas gestões passadas, o prefeito Olivânio Remígio recebeu a autorização para, nos próximos dias, assinar o Termo de Recebimento da Obra e, em seguida, iniciar as matrículas, para finalmente dar funcionalidade àquele equipamento público. É o Governo da Participação, trabalhando pelo bem-estar da comunidade picuiense.


Por Ascom

Nenhum comentário