Últimas Notícias

IFPB continua agenda de mobilizações em prol da educação pública



Duas audiências públicas e manifestações espontâneas de estudantes e servidores estão previstas para esta quarta e quinta-feira.

Dando continuidade a pauta de mobilizações locais em defesa da educação pública e contra os bloqueios no orçamento das Instituições Federais de Ensino, o Reitor Nicácio Lopes participa de duas audiências nesta semana.

Nesta quarta-feira (15), as 14h30, será realizada uma audiência pública proposta pelos deputados estaduais Cida Ramos, Ricardo Barbosa e Estela Bezerra para debater a situação da educação no Brasil em face dos cortes nos orçamentos das instituições públicas. A audiência será no Auditório Ariano Suassuna, no Tribunal de Contas da PB.

Já na quinta-feira (16), às 14h30, os reitores das Instituições de Ensino Superior da Paraíba estarão reunidos no gabinete da reitoria do IFPB para tratar sobre a pauta do contingenciamento. Estarão presentes os reitores do IFPB, Nicácio Lopes; da UFPB, Margareth Diniz; e da UFCG, Vicemário Simões.

De acordo com o reitor Nicácio, há um conjunto de estratégias desenvolvidas em todo território nacional objetivando vocalizar os possíveis impactos produzidos pelos cortes do governo federal. As ações visam à sensibilização das autoridades e de toda a sociedade para a importância da manutenção da educação pública, uma vez que os cortes inviabilizam o funcionamento pleno das instituições.

As mobilizações tiveram início logo após o anúncio por parte do governo federal do contingenciamento de recursos para as instituições públicas de ensino. Desde então estudantes realizaram protestos e nesta segunda-feira (13), os servidores e discentes se vestiram de preto e fizeram um abraço simbólico em todas as unidades dos institutos federais entoando o grito “Tira a mão do meu IF”.

Nesta quarta-feira (15), está prevista uma marcha de estudantes e servidores, que deve somar-se a outras ações espontâneas em defesa da educação no País.
O Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) reuniu seus membros e emitiu nota oficial sobre o bloqueio. Confira aqui. Os protestos estão sendo realizados de forma simultânea em todo país.


Assessoria

Nenhum comentário