Últimas Notícias

Campanha de vacinação contra o sarampo é prorrogada até 31 de outubro.


Ministério da Saúde diz que procura aos postos de saúde foi baixa

A procura pela vacina contra o sarampo foi baixa e o Ministério da Saúde prorrogou a campanha, que terminaria na próxima segunda-feira, dia 31 de setembro.

Agora, quem tem entre 20 e 49 anos vai poder procurar posto de saúde para se imunizar até o dia 31 de outubro.

Segundo o ministério da saúde, por causa da pandemia do novo coronavírus, a campanha deste ano acabou atingindo um público bem menor do que o esperado.

Desde o início da mobilização, em 16 de março - até 17 de agosto - cerca de 5,3 milhões pessoas entre 20 e 49 anos receberam a vacina. Mas, esse número está muito abaixo dos 90 milhões de pessoas que o ministério pretende atingir.

O sarampo é uma doença grave e de alta transmissibilidade. Pra se ter uma ideia, um paciente contaminado pode infectar até 18 pessoas. A principal forma de contágio é pela tosse, espirro, fala e até mesmo pela respiração. E a medida mais eficaz de controle da doença é a vacinação.

Os sintomas mais comuns são: febre, manchas avermelhadas pelo corpo, tosse, coriza, conjuntivite, sensibilidade à luz e pequenas manchas brancas dentro da boca.

Quem não tomou nenhuma dose, perdeu o cartão ou não se lembra de ter sido vacinado, deve tomar apenas uma dose. Mas, as gestantes precisam ficar atentas, porque não podem receber a vacina.

De acordo com o último Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde, até 25 de julho deste ano foram confirmados mais de 7 mil casos de sarampo, em 21 estados. A maior parte das ocorrências, 64%, foram no Pará. Cinco pessoas morreram.


Por Graziele Bezerra

Nenhum comentário